Novidades e Reedições

OS RAPAZES DE OURO, de Daniel James Brown

Os Rapazes de Ouro, de Daniel James Brown, é um livro de não-ficção que se pode ler como um romance. A história da equipa de remo da Universidade de Washington, então composta por nove estudantes caloiros de origem humilde que abriram caminho até aos Jogos Olímpicos de Berlim em 1936 para desafiar e vencer os melhores do mundo, é mais do que o relato de uma demanda improvável rumo à vitória olímpica.

Ler mais
TODOS OS SONHOS DO MUNDO E OUTROS ENSAIOS, de Desidério Murcho

Será que a vida humana, por mais realizada que seja, é destituída de sentido a menos que exista uma vida depois da morte? Ou haverá sentido - o único tipo real e humano de sentido - numa vida dedicada à procura cuidadosa do que tem genuinamente valor? Serão os valores relativos de acordo com as culturas em que estamos inseridos ou conforme as opiniões pessoais? O que queremos compreender em filosofia quando discutimos as relações entre a arte e a moralidade? Estas são algumas das perguntas a que este livro procura responder.Ler mais

A EDUCAÇÃO E O SIGNIFICADO DA VIDA, de J. Krishnamurti

A educação convencional torna a liberdade intelectual extremamente difícil: o conformismo conduz à mediocridade e ser diferente de um grupo ou resistir ao que está à volta não é fácil, como refere Krishnamurti. A ânsia de alcançar o êxito e obter recompensas, seja no domínio material ou no domínio espiritual, assim como a procura de segurança e o desejo de conforto, sufocam a dimensão mais espontânea do ser humano, alimentam o medo, bloqueiam a compreensão inteligente da vida, instalam, enfim, a apatia e a incapacidade de descobrir.

Ler mais
IRMANDADES DE SANGUE, de John Dickie

Irmandades de Sangue é um relato fascinante do crime organizado em Itália, escrito pelo autor do bestseller Cosa Nostra. Porém, a Cosa Nostra está longe de ser a única organização criminosa a constituir um dos maiores perigos em Itália e no mundo, uma vez que o Sul do país alberga também mais duas grandes máfias: a Camorra, de origem napolitana, e a 'Ndrangheta, cada vez mais poderosa, oriunda da região pobre e isolada da Calábria.


Ler mais
REINOS DESAPARECIDOS, de Norman Davies

Reinos Desaparecidos revela-nos a história alternativa de uma Europa repleta de mundos perdidos aos quais ainda não se tinha prestado a devida homenagem. Nesta história de uma narrativa que ficou por contar e que é por isso dedicada àqueles que os historiadores tendem a esquecer, Norman Davies repõe a verdade dos factos e reconstrói, entre os ecos fantasmagóricos de estados ignorados, uma biografia da Europa que vai reformular a nossa perspetiva acerca da ascensão e queda das nações, bem como da impermanência das organizações públicas.


Ler mais
O MAIOR BEM QUE PODEMOS FAZER, de Peter Singer

O altruísmo eficaz, que está a dar origem a um movimento emergente repleto de entusiasmo, baseia-se na ideia de que devemos fazer o maior bem que pudermos. Porém, a obediência às regras normais - como não roubar, não enganar, não magoar ou não matar - não é suficiente para os que têm a sorte de viver com conforto material.


Ler mais
DA LEVEZA. PARA UMA CIVILIZAÇÃO DO LIGEIRO, de Gilles Lipovetsky

Vivemos atualmente uma grande revolução que, pela primeira vez, nos transporta para uma era da leveza. O culto da magreza triunfa; a prática de desportos em que se desliza cresce cada vez mais. O mundo virtual, os nanomateriais e os dispositivos móveis estão a mudar as nossas vidas. A cultura dos meios de comunicação, a arte, o design e a arquitetura também expressam o culto contemporâneo da leveza, promovendo a ideia de suspensão.


Ler mais