HISTÓRIAS DE ÁFRICA. CAPITALISMO, MODERNIDADE E GLOBALIZAÇÃO, de Frederick Cooper

"A obra de Frederick Cooper ocupa hoje um lugar fulcral na compreensão dos processos imperiais e coloniais. Centrado na história de África no século vinte, Cooper tem conseguido articular os seus objetos de estudo com um conjunto de problemas teóricos e metodológicos investidos de uma dimensão global.

É o que acontece nas análises deste livro relativas às questões do trabalho, do Estado colonial e das formas de cidadania, da modernização e do desenvolvimento, da descolonização e da história das ciências sociais, incluindo nestas os estudos coloniais.

No tratamento de todas estas questões, fica demonstrado como uma análise temática assente em terrenos empíricos solidamente investigados é capaz de abrir as portas a uma história feita em função de problemas. Por isso mesmo, a obra de Cooper constitui-se no registo singular de um modo exemplar de fazer história. E, como consequência, o impacto da sua obra tem extravasado o domínio mais estrito da história de África, para o que em grande medida contribuiu a própria intenção do autor de não se deixar circunscrever a problemáticas e unidades geográficas ou políticas restritas."


(Excerto da Introdução de Diogo Ramada Curto, Nuno Domingos e Miguel Bandeira Jerónimo)


Este livro é o n.º 14 da Col. História & Sociedade.