A METAMORFOSE DO MUNDO, de Ulrich Beck

Este livro constitui uma tentativa de explicar por que razão já não compreendemos o mundo. Neste sentido, Ulrich Beck introduz a distinção entre mudança e metamorfose ou, de uma forma mais rigorosa, entre mudança na sociedade e metamorfose do mundo.


A  mudança na sociedade, a mudança social, põe em destaque a transformação permanente, enquanto os conceitos básicos e as certezas que os sustentam continuam constantes. A metamorfose, pelo contrário, destabiliza essas certezas da sociedade moderna e muda o foco para o «ser-no-mundo» e para «ver o mundo», para acontecimentos e processos inesperados, que passam por norma despercebidos, que prevalecem para além dos domínios da política e da democracia como efeitos secundários da modernização técnica e económica radical. Deste modo, a metamorfose significa simplesmente que aquilo que ontem era impensável é hoje real e possível.


Este livro é o n.º 193 em Extra Coleção.